EXCLUSÃO DO SIMPLES NACIONAL

10157385_1644295349179079_7151846534411472724_n

A falta de apresentação de registros contábeis coerentes e organizados é uma das causas de desenquadramento no Simples Nacional. Isso inclui os lançamentos no livro caixa e livros contábeis, inclusive a movimentação financeira da empresa( Bancária).

O desenquadramento do Simples Nacional gera um aumento doloroso de impostos e encargos que podemos evitar.

Outro fator que leva ao desenquadramento do Simples Nacional são as dívidas e as ausências de entrega de declarações mensais e anuais e que não são poucas.

Quanto as dívidas estas podem ser parceladas, tanto os débitos com a Receita Federal quanto os débitos com o INSS e Prefeitura. Agora referente as declarações estas ficam por conta do Contador. No entanto o contador depende muito do empreendedor, visto que para prestar uma informação correta este necessita receber mensalmente todas as informações e movimentações de sua empresa( notas fiscais e recibos de todos os gastos, inclusive água, luz, fone, aluguel, compras de mercadorias para escritório, compra e venda de veículos, móveis, utensílios e a movimentação da conta bancária).

Fazemos uma séria observação para este último íten, a sua conta bancária deve ser pessoa jurídica e deve ser utilizada somente para resolver questões referentes à empresa, jamais para contas pessoais, assim como o cartão de crédito da pessoa jurídica.

Trabalhe em conjunto com o seu contador e fique livre de problemas com a fiscalização e Receita Federal.

 

Um grande abraço!

 

Dra. Andreia de Pádua

Advogada especialista em direito do trabalho e Contabilista

 

Visite nosso site: www.assessoriaunicont.com.br

Nosso blog tem muitas notícias para você:

Seja também nosso parceiro no facebook: